Respira.


Empresto por uns tempos
O nome dos meus dias
Para que cresças devagar
Reinvento a terra e choro
Invento o tudo e o nada
Descubro a verdade e o horário
O sono, o silêncio
E o contrário
Descubro as minhas penas
Descubro a minha respiração
Apenas


Autor: Raul Cordeiro
Imagem: Google

Vou me casar com um alergista.






2 Comentários:

Cabeça Feminina disse...

Achei seu blog mt interessant e estou seguindo-o

qnd pudr, de uma pssadinha no meu?

bjoos


http://cabecafeminina.blogspot.com

Francorebel disse...

Já respirou? Agora para.

Agora pire.

Pirou?

Agora...

/
 
© 2009 | As 4 estações. | Por