Pra curar a gripe.



                         
A vida é curta,
Quebre as regras,
Perdoe rápido,
Beije lentamente,
Ame de verdade,
Ria descontroladamente,
E nunca lamente nada
que tenha feito você sorrir

Viver é transformar o tempo em experiências.


Sou essa mistura de rocha com folha ao vento.
Sou assim, metade partindo, metade ficando.
Nada, nem palavra alguma podem me definir, eu sou plural, inconstante e borboleta.
(Brenda)





2 Comentários:

David B. Carvalho disse...

É um espetáculo da natureza.

Daniele Amorim disse...

Dorei o texto, fotos lindas :D

/
 
© 2009 | As 4 estações. | Por